A TV como pão para a boca

7 Junho, 2013 — 1 Comment

fotografia (5)

A televisão tem um poder que hipnotiza e que muitas vezes aliena.

O que fazer num sábado ou num domingo à tarde? Ir para o café para se estar com amigos para dois dedos de conversa? Até pode ser… mas falar para quê? Tem de se pensar, dá trabalho. Não se preocupe, a televisão ajuda, distrai, dá assunto para balbuciar duas ou três coisas sobre a vida dos ditos famosos, sobre a bola, mas não sobre a vida, sobre os próprios.

O frente a frente esbate-se, fica um lado a lado. “Assim vê-se melhor!” Na sala não há conversa, não há música, apenas televisão e uma estranha ausência, apesar das presenças. Os olhos não se retiram do ecrã. Concentração de Buda!

A televisão é o electrodoméstico de eleição dos portuguesas (vá… e o telemóvel… último modelo). Segundo dados da PORDATA, em 2010, 99,3% dos lares portugueses tinham televisão. A TV como pão para a boca, porque todos os Natais conseguimos antever um cenário provável, as embalagens de LCD’s de última geração deixadas nos lixos deste país.

Infelizmente o tamanho dos LCD’s não é proporcional à qualidade da informação que “contêm”, que proporcionam.

Mas há de tudo não é verdade?

E você? O que é que vai fazer domingo à tarde?

(Texto e imagem: Raquel Félix/ Portugalize.Me)

One response para A TV como pão para a boca

  1. Ver televisão não será de certeza, visto que pertencemos aos 0,7% dos lares que NÃO têm televisão neste país…

Deixe uma resposta

Text formatting is available via select HTML.

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong> 

*