O que eu descobri em Tóquio

23 Agosto, 2013 — Deixa um comentário

Portugalize.Me_Adega Vilamoura1

A época é de férias, viagens. Talvez de descoberta de novas paragens ou de regresso a reconhecidos recantos do mundo.

A imensidão e a diferença regalam-nos o olho, enchem-nos a alma. Descansamos da rotina, das caras de sempre, dos itinerários diários, da vida que se se diz ser “é a vida”. Viajar amplifica-nos e afasta-nos por momentos da nossa norma.

Mas viajar também nos pode reaproximar e no meio de tanto diferente encontramos o familiar. Cheiros e cores que nos chamam a atenção e nos fazem sentir que um pouco do nosso país também está por ali.

O Rodrigo, na sua viagem por Tóquio, descobriu uma inesperada loja de produtos portugueses no bairro de Akasaka. Numa Vilamoura improvisada, ele encontrou o pastel de nata, o pão de Ló, os galos de Barcelos, os vinhos portugueses.

Uma montra que permite a Portugal dar uns ares do que por aqui se faz.

Obrigada Rodrigo.

Portugalize.Me_Adega Vilamoura2

(Imagens: Rodrigo Palma/ Texto: Raquel Félix/ Portugalize.Me)

Não há comentários

Sê o primeiros a começar uma conversa

Deixe uma resposta

Text formatting is available via select HTML.

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong> 

*