Há dois anos a portugalizar por aí!

12 Março, 2014 — 1 Comment

Portugalize.Me 2o Aniversário

Dois anos de Portugalize.Me. Por Raquel Félix

Saí da minha terra natal, já lá vão quase 18 anos, e com 18 anos deixei os meus pais, os meus amigos, as minhas raízes e vim para Lisboa para aprender a ser. A universidade trouxe-me novas amizades, abriu-me horizontes, deu-me uma profissão. Lisboa trouxe-me pertença, abriu-me ao mundo, deu-me visão e uma maior capacidade de olhar de fora para dentro.

Metade da vida cá, metade da vida lá, 18 anos para cada lado. Entre um Portugal profundo e um Portugal litoral, a ruralidade e a urbanidade. A dual linha que separa as minhas metades foi sentida por mim (durante anos) como uma barreira de difícil conciliação. A constante procura (que sempre me cativou) levou-me para perto da tal compreensão conciliadora das metades. O Portugalize.Me é parte integrante dessa compreensão, do reencontro com esta metade rural, interior, profunda, com a raiz.

Vivo desde então a minha migração como uma dádiva. Ao longo destes dois anos, encontrei no Portugalize.Me a forma expressa de explorar um país rico em metades, histórias, vivências por ser ambíguo, diverso, complexo, amplo, cativante (seja cá dentro, seja lá fora) porque a meu ver, o sabermo-nos um pouco mais proporciona-nos significado, identidade, pertença, corpo, alma.

As histórias são inesgotáveis, o Portugalize.Me continuará por cá no mote de sempre, num Portugal a dar que falar, seja através de mim, da Ana ou da Rita. Haja vozes para as contar! Haja quem as queira ouvir!

Obrigada a todos/as!

Feliz aniversário, Portugalize.me! Por Ana Isabel Ramos 

Há dois anos atrás, vivia eu no Panamá, a Raquel desafiou-me para escrever sobre o Portugal que encontrava no estrangeiro, e como eu, portuguesa, via o que acontecia no nosso país, ainda que à distância.

Quem me conhece sabe que tenho uma “apetência para a converseta” e foi sem hesitação que aceitei o desafio e comecei a colaborar semanalmente com o Portugalize.me.

Sem saber como, passaram dois anos, voltei a Portugal já há um ano, e – claro – a minha visão também mudou. De há um ano a esta parte, os meus textos têm sido reflexões de como é que o país mudou nos meus sete anos de ausência, de como é que a mentalidade evoluiu (e muito) pressionada pelos tempos. Parti daqui lisboeta, descobri-me intensa e orgulhosamente portuguesa enquanto vivi fora, e voltei. Voltei um pouco diferente de quem cá ficou, é certo, mas talvez ainda mais portuguesa.

E assim chegamos ao hoje do Portugalize.me, às reflexões partilhadas pela Raquel, a fundadora e impulsionadora deste projecto que continua a crescer, cada vez mais forte e viçoso; pela Rita, que nos escreve sobre música como eu nunca tinha lido; e por mim. E chegamos também a todos os que contactam o Portugalize.me para dar a conhecer o seu trabalho, o seu projecto, o seu contributo para o nosso património cultural comum. É graças ao esforço conjunto de todas estas pessoas que hoje chegamos ao segundo aniversário com uma presença mais robusta, com conteúdos mais cuidados e com mais leitores e comentadores que nunca.

Por isso, a todos vocês que nos lêem, comentam e contactam, o meu agradecimento. Sem vocês, não teria metade da graça.

Parabéns ao Portugalize.me! Um brinde aos dois anos completos e aos muitos mais que aí virão.

One response para Há dois anos a portugalizar por aí!

  1. Parabéns ao Portugalize.me! Parabéns meninas!

Deixe uma resposta

Text formatting is available via select HTML.

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong> 

*