Transformar a filigrana portuguesa

9 Abril, 2014 — 3 Comments

Portugalize.Me_Coração Agostinha

O trabalho da Agostinha é vasto e diverso. Feito em modo de investigação pessoal, na procura dos vários rostos e identidades do povo português, Agostinha recria com delicadeza o que de delicado a tradição portuguesa tem. Mais do que resgatar memórias, Agostinha vinca o seu cunho pessoal em cada trabalho que faz, grava-lhe o seu nome, tipicamente português.

O projeto dos corações de filigrana em gesso perfumado surgiu em dezembro de 2011 e, desde então, Agostinha tem vindo a aperfeiçoar a estética, os materiais e as técnicas utilizadas na elaboração de cada peça. O material utilizado para a produção dos corações de filigrana é gesso com adição de pigmento e essência durante o processo de execução. Este material torna a peça mais barata, mais leve sem que com isso perca qualidade e beleza.

O popular transforma-se nas mãos de Agostinha, e é desta forma, de “coração nas mãos”, que ela dá continuidade à identidade colectiva de um povo.

O passado não é estático, ele avança com pessoas como a Agostinha.

Há quem diga que todo o motor de desencadeamento do meu trabalho é a palavra memória. Eu digo que é apenas a Agostinha.” (Agostinha)

Portugalize.Me_Agostinha

 (Texto: Raquel Félix – Portugalize.Me/ Imagens: Agostinha)

3 responses para Transformar a filigrana portuguesa

  1. Trabalho excelente! Já comprei os corações de filigrana em gesso perfumados para oferecer e recomendo vivamente!

  2. Andreia Coutinho 13 Abril, 2014 at 10:49 pm

    Um talento extraordinário. Uma capacidade de recriar, um amor às raízes… Eu tenho vários corações perfumados e aconselho. Parabéns, Agostinha!

  3. Parabéns excelente ideia.

Deixe uma resposta

Text formatting is available via select HTML.

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong> 

*